Epidemiologia, promoção de saúde bucal e ensino odontológico

Projetos incluídos na linha de pesquisa "Epidemiologia, promoção de saúde bucal e ensino odontológico"

 

Condições de saúde bucal e qualidade de vida

Responsável: Profa. Maria Helena Monteiro de Barros Miotto

A Epidemiologia das doenças bucais estuda o processo saúde/doença em indivíduos e na população; analisa a sua distribuição individual e populacional, os fatores causais das enfermidades, os danos à saúde e eventos associados. Os estudos incluídos neste projeto visam analisar a distribuição das frequências e os fatores determinantes dos problemas de saúde bucal – cárie dentária, doença periodontal, traumatismo, maloclusão, câncer bucal na criança, adolescentes, adultos e idosos. Ainda, avaliar a qualidade de vida e as possíveis associações com os problemas bucais, necessidade de próteses, utilização de serviços odontológicos e variáveis sociodemográficas.

 

Educação e Prevenção em Saúde Bucal

Responsável: Profa. Karina Tonini dos Santos Pacheco

A educação e a prevenção em saúde bucal desempenham papel relevante na promoção de saúde bucal. Dentre as medidas de prevenção em saúde bucal, encontra-se a adição de flúor às águas de abastecimento público. Em concentrações ideais, o flúor consiste em uma medida comprovadamente segura e eficaz no combate à cárie dentária. Todavia, para que se garanta o efeito desejado, sem trazer riscos à população, é imprescindível que haja, por parte dos municípios, o monitoramento dos teores de fluoreto. Os estudos incluídos neste projeto se propõem a: 1) estudar e avaliar métodos de educação em saúde bucal e de prevenção das doenças bucais e das doenças com manifestações bucais nos diferentes ciclos de vida; 2) analisar as percepções sociais sobre processo saúde-doença e o conhecimento dos profissionais e estudantes de Odontologia sobre a temática; 3) analisar as ações de Vigilância da fluoretação das águas de abastecimento público no Espírito Santo.

 

Ensino-aprendizagem em Odontologia: utilização de metodologias ativas e avaliação nos ciclos básico e clínico

Responsável: Profa. Karina Tonini dos Santos Pacheco

O que se percebe na universidade brasileira atualmente é um grave problema pedagógico coincidente com a temporalidade das novas gerações de estudantes, diante do fato de que os professores, durante anos de atuação como docente, geralmente não foram contemplados por cursos (durante seus mestrados/doutorados) para saber como agir diante da desatenção dos alunos. Assim, quando a aprendizagem não atinge mais os resultados esperados, urge a revisão dos métodos de ensino e de avaliação. A maioria dos docentes no Brasil do ensino superior em saúde precisa urgentemente de novos conhecimentos pedagógicos (na verdade, andragógicos – adulto) para lidar com os desafios inter-geracionais. É fundamental a busca por uma perspectiva epistemológica aderente aos desafios correntes ao ensino e aprendizagem, justificando a realização dos estudos aqui propostos, na formação de futuros mestres em Odontologia do PPGCO/UFES, que possuem por objetivos: 1) realizar um levantamento dos métodos ensino–aprendizagem/avaliação já utilizados no Curso de Odontologia da UFES; 2) propor algumas sugestões por meio de encontros didático-pedagógicos, 3) avaliar a implantação dos métodos.

 

Estudo de casos em Odontologia

Responsável: Profa. Danielle Resende Camisasca Barroso

O aprendizado por meio de estudo de caso, seja sob a forma de relato de caso ou série de casos, é uma ferramenta clássica utilizada nos cursos da área de saúde e que apresenta em sua essência, um engajamento ativo do estudante, que abandona a sua postura passiva adquirida no ensino tradicional. Dessa forma, o estudante se engaja nessa forma de pesquisa que tem resultados rápidos, por procedimento empírico e de consulta à literatura existente, sendo marcante a oportunidade de acompanhar e/ou relatar o caso vivenciado. Durante o curso de Odontologia, integrado ao PPGCO/UFES, os alunos têm a oportunidade de acompanhar diversos casos pertinentes a sua área de atuação e/ou área de pesquisa e que são passíveis de divulgação científica. Os estudos incluídos neste projeto se destinam a estimular a aquisição de conhecimento através do estudo de casos clínicos raros e interessantes, bem como avaliar esse método de ensino-aprendizagem.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105